Foto: Tuerê



Ocorreu um erro neste gadget

NOTAS SOBRE:


"A maior necessidade do mundo é a de homens; homens que não se comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus" - Ellen G. White.



domingo, 26 de fevereiro de 2012

ÁGUIA DE MARABÁ: QUAAAAAASE!

Depois da fiasquenta performance do Águia de Marabá na disputa da final do primeiro turno do Campeonato Paraense 2012, só mesmo o belo texto do jornalista blogueiro Ademir Braz (do Quaradouro) pra aliviar a ira do torcedor azulino que mais uma vez viu seu time morrer na praia, ou melhor, nas escadarias da orla, como bem frizara o blogueiro.

UM RATO ROEU O RABO DA ÁGUIA, RAINHA DOS ERROS

A torcida chegou a aquecer os tamborins. Afinal, faltavam pouco menos de dez minutos e o Águia vencia por 3 a 0. Mas, para manter a tradição, descuidou da marcação e Ratinho, saindo do seu próprio campo, driblou todo o Águia, mais goleiro, Galvão, Ferreirinha e o obeso que lhes serve, imaginem de preparador físico e fez um gol de placa no Zinho Oliveira. 3 x 1.
O juiz acabou expulsando Ratinho, não necessariamente pela jogada antológica. E levou a parada até os 50 minutos, mas não deu: o Cametá, que antes dera de 4 a 1 no Águia, jogando em casa, levou a Taça Cidade de Belém, equivalente ao primeiro turno do Campeonato Paraense 2012.
Considerando que não existe praia nesse período, em cuja beira a equipe costuma falecer, o corpo do Águia será velado nas proximidades da areia, nas escadarias da orla.




A ilustração acima é de O Resto do Iceberg, na taca fabulosa do primeiro jogo, levada lá na terra dos Romualdos.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

INTERIOR BATE A CAPITAL

Os principais jornais de Belém desta segunda-feira (13/02) dão destaque para a vitória do Águia de Marabá sobre o time do Remo, no jogo do último domingo, com inevitável menção, infelizmente, à lamentável pancadaria do segundo tempo.
Tanto o Liberal quanto o Diário do Pará fazem referência ao fato de que o campeão do primeiro turno não será da capital e, sim, do interior. No diário do Pará, por exemplo, a manchete diz "Quem manda é o interior", salientando que os dois grandes clubes de Belém, Remo e Paysandu, foram desbancados por Águia e Cametá, na disputa da final do primeiro turno do Parazão 2012.
Aos poucos, o interior vai mostrando sua força. A vitória do Águia, de certa forma, enaltece o povo do Carajás, essa região nobre do Estado que muitos insistem em considerar apenas uma extensão do Pará.

MARABAENSES RETIDOS EM BELÉM

Dezenas de marabaenses estão desde o dia de ontem (12/02) retidos em Belém, sem poder voltar para casa. É que todas as vagas nos ônibus de linha se esgotaram, tanto para Marabá como para a maioria das cidades que fazem ligação com a capital. A situação foi provocada por conta do concurso do INSS, cuja prova foi aplicada no domingo, em Belém, levando milhares de pessoas à capital. O certame provocou um enorme rebuliço na cidade. A maioria dos hotéis nas proximidades da rodoviária esgotou suas vagas, o que acabou obrigando algumas pessoas a passarem a noite de domingo para segunda-feira no próprio terminal.
Nos guichês das empresas Transbrasiliana e Açailândia, que fazem linha para Marabá, os atendentes informam que só há passagens disponíveis nos carros da noite, um verdadeiro deus-nos-acuda.