Foto: Tuerê



Ocorreu um erro neste gadget

NOTAS SOBRE:


"A maior necessidade do mundo é a de homens; homens que não se comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus" - Ellen G. White.



quarta-feira, 28 de setembro de 2011

DEPUTADO JOÃO SALAME DÁ SHOW

Um dos slogans do jornalista João Salame (PPS), quando de sua campanha para deputado estadual dizia: "O Pará vai se orgulhar". Se era uma promessa, esta o parlamentar já pode riscar da sua caderneta. Orgulho de ter um político do calibre deste nosso marabaense: este é precisamente o sentimento que milhares de paraenses, especialmente os radicados nestas bandas do Estado, carregam consigo desde a última segunda-feira (26), quando Salame deu um show no programa Argumento, do Mauro Bonna, defendendo o SIM no plebiscito pela criação dos estados do Carajás e Tapajós.
Abaixo o vídeo e alguns comentários sobre a performance do deputado, colhidos do Hiroshi Bogéa On Line.


  • Edna
    O João Salame deu lambada nos contra divisão. Falou com convicção e derrubou todos os argumentos da turma do não. Valeu Galego!!!


  • Edna
    O Salame mandou bem demais! Parabéns!


  • Paiva
    O deputao Salame foi disparado o melhor dos entrevistados de Mauro Bonna. Ele mostrou porque conseguiu ser eleito presidente da Frente pró-Carajás no lugar de Giovani Queiroz. Deu a impressão de convencer até o entrevistador, que no início se mostrou preconceituoso em relação ao Carajás. Parabéns ao deputado


  • VOTO SIM 77
    João Salame deixou claro sua competência no programa do Mauro. Surpreendeu-o com colocações firmes, dados, e pela maneira veloz que respondeu as perguntas, aproveitando bem o tempo na TV.
    Errou quando disse que foi Figueiredo quem assinou a lei complementar criando o estado do Mato Grosso. Foi Geisel. Figueiredo assinou a lei criando Rondônia.
    Mas deu um show. Zenaldo tergiversou, não apresentou dados, especulou o que pode. Apelou para o emocional.
    Abraços,
    Agenor Garcia
    jornalista


    Gilvandro Oliveira


  • Todos os argumentos do jornalista Mauro Bonna, foram respondidos com tranquilidade e conhecimento, tenho acompanhado todas as entrevistas sobre esse assunto e realmente o Deputado João Salame, foi o que mais passou veracidade, é um estudioso e conhece bem as dificuldades da população das regiões.
    Em momento algum apelou para emoção, seus argumentos sempre falaram da razão, falou que a divisão trará mais benefícios que sofrimentos e deixou claro que pior do que está não fica. Vai ser melhor para todos…


  • anônimo
    Eita galeguinho bom!!! Boa,Salame. Levante essa bandeira em nome de todos os carajaenses.


  • ParaenSIM
    O Salame deu um Banho de Conhecimento da causa. O Bonna que parecia o Advogado do diabo, teve que se calar e Ouvir o Nobre deputado Salame Falar com bastante propriedade. O Não, Não tem Argumentos, isso é fato. E vão Sabiamente apelar a Paixão.


  • Paulo Silva


  • A turma do Não Não tem argumentos. Diante da brilhante entrevista concedida pelo deputado João Salame tentam desqualificá-lo. E de maneira torpe e mentirosa. Salame foi arrolado como testemunha de defesa porque cumpriu seu dever. Ouviu de Mônica as denúncias e as transmitiu ao presidente da Alepa, que abriu uma comissão de sindicância. E o advogado de Mônica quer que o deputado diga isso, pra comprovar que ela denunciou. Simples, mas há canalha pra tudo que é gosto tentando enxovalhar a honra das pessoas.
  • NOVO SEGUIDOR

    Nossa página acaba de receber a adesão de mais um seguidor. Trata-se do professor Moisés, membro também da blogosfera desde 2008, onde mantém o blog Professor Moisés, o Amigo da História. A ele nossas saudações.

    segunda-feira, 26 de setembro de 2011

    MPE PEDE CASSAÇÃO DE MAURINO

    Parecer do Ministério Público Estadual sobre o processo em que o prefeito de Marabá, Maurino Magalhães, é acusado da prática de caixa 2 nas eleições de  2008 pede a sua cassação. É o que revela o jornalista Chagas Filho, editor do Jornal Opinião. Leia mais aqui.

    ALÔ, JOÃO CARLOS

    O blogueiro João Carlos Rodrigues, do blog Sul do Pará, precisa ver esta. Toda vez que alguém tentava entrar em nossa página imediatamente estava sendo alertado de que o blog do João Carlos "é um site conhecido por distribuir malware".
    Por esta razão, tivemos que retirar o link que mantínhamos aqui do seu blog. Eis logo abaixo a reprodução da janela que estava aparecendo.
    --------------------------------------------------------------------------------
    Atualização:

    João Carlos Rodrigues informa que tomou as devidas providências para desinfectar o blog. Eis o que ele diz em postagem sobre o assunto:

    O Blog está limpo

    Nos últimos dias, nosso Blog passou a apresentar um aviso sobre suposto perigo de vírus a muitos dos que tentavam acessá-lo. Outros blogs, como o Espaço Aberto, do jornalista Paulo Bemerguy, e o Bilhetim, do professor e cientista político Edir Veiga, também apresentaram o mesmo problema.

    Por aqui, excluímos os links que levavam a outros blogs e sites, além de retirar todas as funcionalidades de terceiros, como contadores de visitas, relógio e outros. E mudamos o modelo do Blog, como vocês já tiveram a oportunidade de ver.

    Depois de todas as providências, pedimos ao Google que rastreasse novamente nossas páginas para verificar se o problema havia sido resolvido. E, felizmente, o Blog foi reclassificado e não apresenta mais nenhum perigo aos nossos leitores.

    sábado, 17 de setembro de 2011

    CONCURSO DA CÂMARA JÁ TEM NOVA DATA

    Conforme divulgamos aqui, em primeira mão, o concurso da Câmara Municipal de Marabá teve mesmo sua data alterada, depois que este jornalista encaminhou e-mail à Fadesp, questionando o dia da prova, marcada anteriormente para o mesmo dia do Enem.
    Agora a data é 30 de outubro de 2011.

    A Fadesp também ampliou o prazo para inscrições, além de outras alterações.

    Veja abaixo a íntegra do edital com as retificações.

    ESTADO DO PARÁ
    MUNICÍPIO DE MARABÁ
    CÂMARA MUNICIPAL DE MARABÁ
    CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 002/2011/CMM
    DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DO PARÁ - N° 281070 DE 12/09/2011
    O Presidenteda Câmara Municipal de Marabá, Estado do Pará, no uso de suas atribuições legais, RETIFICA o Edital de Abertura do Concurso Público da Câmara Municipal de Marabá, n° 01/2011/CMM de 02/09/2011, como se segue:
    Onde se lê
    5.1. Será admitida somente a inscrição online (via Internet) no endereço eletrônico http://www.fadesp.org.br, solicitada no período entre 10 horas do dia 06 de setembro de 2011 até às 18 horas do dia 07 de outubro de 2011.
    Leia-se
    5.1. Será admitida somente a inscrição online (via Internet) no endereço eletrônico http://www.fadesp.org.br, solicitada no período entre 10 horas do dia 06 de setembro de 2011 até às 18 horas do dia 11 de outubro de 2011.
    Onde se lê
    5.5. O pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário deverá ser efetuado até o dia 07 de outubro de 2011.
    Leia-se
    5.5. O pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário deverá ser efetuado até o dia 11 de outubro de 2011.
    Onde se lê
    5.8. Após o acatamento da inscrição e sua respectiva confirmação, será disponibilizado ao candidato o cartão de inscrição contendo o local da realização da prova objetiva no site da Fadesp, no endereço eletrônico www.fadesp.org.br, no período de 11 a 16 de outubro de 2011. Ressalte-se que é de inteira responsabilidade do candidato a emissão do seu cartão de inscrição no período retrocitado.
    Leia-se
    5.8. Após o acatamento da inscrição e sua respectiva confirmação, será disponibilizado ao candidato o cartão de inscrição contendo o local da realização da prova objetiva no site da Fadesp, no endereço eletrônico www.fadesp.org.br, no período de 18 a 21 de outubro de 2011. Ressalte-se que é de inteira responsabilidade do candidato a emissão do seu cartão de inscrição no período retrocitado.
    Onde se lê
    6.1. As provas objetivas terão a duração de 04 horas e serão aplicadas na data prevista de 23 de outubro de 2011, no turno da manhã, das 8 às 12h (horário local), para todos os Cargos de Nível Fundamental Completo e Nível Superior, e, no turno da tarde, das 14h30 às 18h30 (horário local), para os Cargos de
    Nível Médio. Desta forma o candidato poderá se inscrever, separadamente, e realizar as provas objetivas nos dois períodos, para cargos de nível de escolaridade em horários de provas diferentes.
    Leia-se
    6.1. As provas objetivas terão a duração de 04 horas e serão aplicadas na data prevista de 30 de outubro de 2011, no turno da manhã, das 8 às 12h (horário local), para todos os Cargos de Nível Fundamental Completo e Nível Superior, e, no turno da tarde, das 14h30 às 18h30 (horário local), para os Cargos de Nível Médio. Desta forma o candidato poderá se inscrever, separadamente, e realizar as provas objetivas nos dois períodos, para cargos de nível de escolaridade em horários de provas diferentes.
    Os demais itens, subitens e anexos do Edital nº 01/2011/CMM permanecem inalterados.


    Marabá (PA), 09 de Setembro de 2011

    NILVA BURJACK FAZ BONITO NOVAMENTE


    Extraído de O Resto do Iceberg, do talentoso Pedro Gomes.

    A cantora marabaense Nilva Burjack fez bonito novamente e representou muito bem a cidade durante o Festival da Música Popular Paraense, realizado em Belém
    Ela conquistou a 3ª colocação e um prêmio no valor de R$ 5 mil ao interpretar a música de sua autoria chamada "Maria do Rosário". 
    Mas, o prêmio maior na minha opinião, foi calar a boca de certos críticos que diziam que ela e o Cláuber Martins (outro músico de Marabá) estavam sendo favorecidos pelos jurados do Fecam (Festival da Canção de Marabá) por serem músicos locais. Nilva e Cláuber fizeram dobradinha em duas edições seguidas do Fecam, o que fez certos artistas sentirem dor de cotovelo. 
    Agora, quero ver alguém abrir a boca pra criticar. 
    Parabéns, Nilva Burjack. Parabéns!

    Foto: Thiago Araújo

    NAGIB E A ALPA

    Conforme já havíamos antecipado aqui no blog, o presidente da Câmara Municipal de Marabá, Nagib Mutran Neto (PMDB), revelou qual era a má notícia que ele tinha a dar sobre a Alpa (Aços Laminados do Pará), em entrevista concedida ao jornalista Ulisses Pompeu, conforme matéria publicada na edição deste sábado (17/09) do jornal Correio do Tocantins. O parlamentar diz na reportagem que a Vale "parou as obras da Alpa e não vai mais investir no projeto", informação que ele teria ouvido de um amigo seu, o qual conversara longamente com um alto executivo da mineradora.
    Repercutindo o assunto, o Hiroshi Bogea On Line divulgou uma nota da Vale agora há pouco, desmentindo a informação dada por Nagib.

    Eis o que diz o documento da mineradora:


    A Vale informa que não está paralisando as obras de implantação da Aços Laminados do Pará – Alpa. Os trabalhos de terraplanagem foram temporariamente suspensos em função do não acesso ao lote 11, uma das áreas onde será instalado o projeto.
    Vale ressaltar que 80% da terraplenagem já foram concluídos, restando somente aquela área.
    As demais atividades de implantação, tais como drenagens, acabamento dos platôs e engenharia, continuam em sue ritmonormal.
    Em relação aos alojamentos, as obras serão iniciadas de acordo com o cronograma estabelecido. Quando o acesso ao lote 11 for autorizado, os trabalhos de terraplanagem serão reprogramados.


    sexta-feira, 16 de setembro de 2011

    AÇÃO CONTRA MAURINO

    Parece que, finalmente, haverá um desfecho na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), a que Maurino Magalhães, prefeito de Marabá, responde na justiça, sob a acusação de ter praticado caixa dois nas eleições de 2008.
    Na manhã desta sexta-feira (16/09), quando o processo entra em véspera de dois anos de aniversário, a juíza Cláudia Regina Moura Favacho, que conduz a ação, decidiu pôr termo aos recursos protelatórios da defesa, durante audiência para oitiva das testemunhas, decretando que o caso entre para a sua fase conclusiva. Respeitada por ser decidida e ter pulso firme, a magistrada, ao final da audiência, deu prazo de dois dias às partes para a apresentação das alegações finais, o que significa que a sentença deverá ser exarada nos próximos dias, muito provavelmente na última semana do mês.
    Na audiência desta sexta-feira, as testemunhas arroladas não compareceram. O prefeito Maurino também não foi ao fórum, tendo sido representado por seu advogado, Fábio Sabino.
    Concluído o processo, a parte que se sentir prejudicada terá dois dias de prazo para recorrer da sentença, junto ao Tribunal de Justiça do Estado.

    quinta-feira, 15 de setembro de 2011

    TODOS AO ATO PÚBLICO

    Começa, logo mais, em frente ao ginásio Renato Veloso, na Folha 16, grande concentração em favor do "SIM" pela criação dos estados do Carajás e Tapajós. O ato público vai começar às 18h00 e será o pontapé inicial para a campanha nas ruas, das frentes emancipacionistas.

    O convite está lançado e é para todos, inclusive para os que pensam diferente sobre a emancipação da região.

    TODOS AO ATO PÚBLICO!

    CAIXA D'ÁGUA NA TRÊS PODERES: ANTES TINHA, AGORA NÃO TEM



    Extraído do Contraponto & Reflexão, do professor Ribamar Ribeiro Júnior.




    Na Vila Três Poderes (zona rural de Marabá), uma caixa d'agua encontra-se abandonada. O depósito que deveria servir à Escola Municipal Adão Machado e a toda comunidade da vila foi abandonado pelo atual governo Maurino Magalhães (PR).



     Aos fundos uma pequena caixa serve atualmente como o único abastecimento da escola.





    Pela imagem, dá pra perceber a tamanha disparidade. Este é o retrato do abandono em que vivem os moradores das vilas no município de Marabá.

    MAURINADAS URBANAS

    Extraído de O Quaradouro, do tarimbado Ademir Braz.

    Lembram-se da Ascomau – Associação dos Cobradores do Maurino?
    Ainda que informal, ela continua aumentando. Duas novas categorias profissionais juntaram-se a ela: coveiros e caçambeiros.
    * Há meses os caçambeiros que prestaram serviços à prefeitura ainda no começo do ano, no transporte de desabrigados pela enchente, andam de secretaria em secretaria tentando receber e só dão com a cara na porta. “Já estamos passando necessidades”, disse um deles à reportagem de televisão.
    * Esta semana, o vereador Ronaldo da 33 denunciou no plenário da Câmara que a prefeitura não está pagando as funerárias de Marabá, que prestaram serviços à Secretária de Assistência Social da Prefeitura.
    E quando as pessoas carentes, que perdem seus entes queridos, procuram apoio da secretária para conseguir ao menos o caixão, não o conseguem porque as funerárias se recusam a vender para a prefeitura.
    E cadê o Maurino? Está escondido?
    Na Semana da Pátria ele sequer saiu no carro aberto, como tradicionalmente fazem os prefeitos. Medo de vaia, explicou um assessor. Que começaram no momento mesmo em que alguém citou o nome dele ao microfone para agradecer a solenidade.

    quarta-feira, 14 de setembro de 2011

    PIZZA NA CÂMARA

    O jeito irreverente que o ex-secretário municipal de Cultura, Wilson Teixeira, o Wilsão, encontrou para protestar contra o posicionamento do Poder Legislativo com relação ao Caso Elka, está dando o que falar. Ele encomendou uma pizza, a cortou em sete pedaços e mandou distribuir entre os vereadores que se negaram a investigar a colega de parlamento, denunciada recentemente pelo Ministério Público Estadual. O fato ocorreu durante a sessão ordinária desta última terça-feira (13).
    A iniciativa de Wilsão dividiu o parlamento. Enquanto alguns parlamentares procuraram encarar o protesto com senso de humor, outros consideraram a brincadeira uma afronta àquele poder e, por pouco, não chamaram a polícia. Foi o caso do vereador Antônio Hilário Ribeiro, o Antônio da Ótica (PR), um dos que se demonstraram mais contrariados com a iniciativa.
    Na sessão desta quarta-feira (14), Hilário pediu ao departamento jurídico da Câmara que analise a possibilidade de responsabilizar Wilsão judicialmente. Foi repreendido por Leodato Marques (PP), que lembrou ao colega ser legítima a liberdade que qualquer um tem de se manifestar. “Este é um espaço democrático. Nós, enquanto vereadores, não devemos proibir ninguém de se manifestar e, sim, zelar pelo direito de expressão de qualquer um nesta casa. Desde que seja de forma pacífica, eu não vejo mal algum”, observou Leodato.
    Comentando também o assunto, o vereador Gerson do Rosário Varela, o Gérson do Badeco (PHS), também condenou a atitude de Wilson Teixeira. “Eu concordo que este é um espaço democrático, mas acho que temos que tomar uma postura, senão vão bagunçar esta casa”, afirmou.
    Procurado pelo poster, Antônio da Ótica reafirmou sua intenção de punir Wilsão pelo episódio das pizzas. Disse também que o ex-secretário não tem moral para criticar as atitudes dos vereadores. “Quando ele [Wilsão] saiu da Secretaria de Cultura, ele teve que devolver dinheiro. Então, ele não é digno de trazer pizza pra vereador, porque o passado dele é sujo. Quando você tem o passado sujo, não pode falar de ninguém. Agora a minha vida... pode virar de cabeça pra baixo e ver [quem é] o Antônio da Ótica em Marabá”, declarou o vereador. E disparou: “Ele deveria ter saído daqui era preso, algemado. A pessoa pode fazer a manifestação dela aqui no plenário, com faixa e tudo mais, mas ir na mesa do vereador e jogar pizza em cima, prova que o estudo dele não serviu pra nada. O que ele fez é crime. Ele tinha que ter saído daqui algemado. Como falar de uma vereadora se o passado dele é dez vezes mais sujo que o da vereadora?”.
    O presidente da Câmara, Nagib Mutran (PMDB), disse lamentar o episódio que ele classificou de infeliz. “Eu não estava presente na sessão, mas fiquei sabendo que foi muito desagradável. Acho que foi uma forma equivocada de protestar. Ele [o Wilsão] é uma pessoa inteligente, tem formação, foi secretário de Cultura deste município, por isso acho que foi uma atitude infeliz da sua parte”, comentou Nagib.
    Ouvido pelo poster, Wilson Teixeira disse que pretende levar o caso adiante. Segundo ele, na próxima terça-feira vai voltar à Câmara acompanhado de um grupo de estudantes, para pedir a instauração de CPI que apure as denúncias contra a vereadora Elka.
    O poster também procurou a vereadora Ismaelka Queiroz, a Elka (PTB), afinal foi por sua causa que surgiu o protesto de Wilson Teixeira. Ela, entretanto, preferiu não se pronunciar sobre o assunto.
    Elka foi denunciada pelo Ministério Público, mas, em votação secreta, os seus colegas vereadores recusaram acatar a denúncia, provocando a crítica daqueles para quem no meio político “tudo acaba em pizza” (em festa), daí a iniciativa de Wilsão de usá-las no seu protesto.

    terça-feira, 6 de setembro de 2011

    MAURINO NÃO CUMPRE PROMESSA

    Neste mês de setembro faz exatamente três anos que o então candidato a prefeito Maurino Magalhães de Lima assinou termo de compromisso prometendo, caso fosse eleito, cumprir uma série de reivindicações apresentadas num encontro, do qual participou ele, Maurino, e os outros prefeituráveis. A lista é grande, mas o item 10 chama a atenção: "Garantir que a pasta da Assistência Social seja gerenciada por um técnico da área e que não seja um cargo político". Maurino atropelou a promessa logo que assumiu a prefeitura. Não só esqueceu que não deveria colocar um não-técnico na pasta como foi mais longe - indicou para o cargo a própria mulher.

    CONCURSO DA CÂMARA DEVERÁ SER ADIADO

    Por conta de intervenção deste jornalista, o Concurso da Câmara Municipal de Marabá, com provas marcadas para o dia 23 de outubro, deverá ter nova data. Encaminhamos e-mail para a Fadesp, entidade responsável pela realização do certame, questionando o fato de o dia da prova coincidir com o Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio. Além de poder comprometer o nível quantitativo das inscrições, a Fadesp poderá ter dificuldades com a reserva de locais para a aplicação das provas. Prudentemente, a comissão organizadora acaba de responder o e-mail, informando que "irá se reunir para marcar nova data".

    domingo, 4 de setembro de 2011

    NOVA SEGUIDORA

    Heloíza Meneses, do blog "Biblioteca: a leitura é uma cultura" é a mais nova seguidora de nossa página na internet. Agradecemos tê-la como leitora de nossas postagens. Obrigado, Helô.

    ÁGUIA PRECISA PELO MENOS DO EMPATE

    Com a vitória de ontem (3/09) por 2 a 1 sobre o Araguaína, o Águia de Marabá ficou  mais perto da classificação para a segunda fase do Brasileirão da Série C. Agora, mesmo que empate no próximo jogo contra o Luverdense, dia 18 deste mês, a equipe azulina, ainda assim, terá chances reais de seguir no campeonato. Na verdade, o ideal seria vencer, para não depender de resultados. Perder, nem pensar.
    Como se sabe, apenas dois clubes passam para a próxima fase. Atualmente, com 13 pontos, liderando a classificação, a equipe azulina, se conseguir empatar dia 18, chegará a 14. Neste caso, subirá à fase seguinte desde que o Paysandu pelo menos empate com o Rio Branco, domingo que vem (11/09).
    Com a derrota de ontem, o Araguaína já está praticamente rebaixado para a Série D.
    Quando realizar seu último jogo desta fase, contra o Luverdense, lá no estádio Passos da Ema, em Lucas do Rio Verde (MT), o Águia entrará em campo sem depender de mais ninguém, uma vez que todos os demais jogos dos outros times da chave já terão acontecido.

    CLASSIFICAÇÃO ANTECIPADA

    Se na rodada do próximo domingo der vitória do Paysandu sobre o Rio Branco e do Araguaína sobre o Luverdense, a equipe marabaense pode até perder seu jogo final porque se classificaria, com a mesma quantidade de pontos do clube acreano, mas melhor saldo de gols.