Foto: Tuerê



Ocorreu um erro neste gadget

NOTAS SOBRE:


"A maior necessidade do mundo é a de homens; homens que não se comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus" - Ellen G. White.



sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

ÍRIS REZENDE ASSESSOR DE MAURINO

O prefeito de Marabá, Maurino Magalhães, tem como assessor nada menos que o ex-governador de Goiás Íris Rezende. Não é brincadeira, não. A informação é da própria Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

PROMESSA

Segundo release da Ascom, “na sua última visita a Goiânia, ainda em novembro do ano passado, logo após o resultado da eleição, Maurino Magalhães esteve com o prefeito Iris Rezende (PMDB), que prometeu assessora-lo na administração local”.

PROVA DOS NOVE

O político goiano, ainda segundo a Ascom, estaria cumprindo à risca o compromisso firmado, através do envio de profissionais a Marabá. O primeiro deles teria chegado à cidade no dia 18 de fevereiro, um tal de Thiago Camargo Lopes. “Ele veio com a promessa de reestruturar a Semma – Secretaria Municipal de Meio Ambiente”, informa trecho do release da Ascom.

SURPRESA

Quase caí de costas um dia desses ao ser informado que Maurino nasceu em Bom Jesus do Tocantins, cidade paraense, distante 70 quilômetros de Marabá. Até então, eu era capaz de jurar que Maurino era tocantinense ou goiano de nascimento, dada a grande valorização que seu governo dá aos profissionais daqueles estados.

DÍVIDA

Nada contra aqueles nossos irmãos que habitam do outro lado do Araguaia. Mas quando se despreza os de casa para dar emprego aos de fora, de duas uma: ou Maurino acha que em Marabá não tem gente competente, ou existe alguma dívida dele com goianos e tocantinenses que nós ainda desconhecemos.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

TOCANTINS EM ALTA

O Rio Tocantins está subindo a todo vapor. Hoje (18/02) a régua fluviométrica registrava 7,64 e deve ultrapassar os oito metros até sábado. Quando atingir 10 metros, o rio começa a desabrigar.

ELEIÇÃO DO CISAT

Acontece na tarde desta quinta-feira em Marabá, no salão de festas do buffet O Casarão, na VP-8 da Nova Marabá, a eleição da nova diretoria do Cisat.

MAIS COTADOS

Entre os mais cotados para presidir o Consórcio estão os prefeitos Itamar Cardoso, de Goianésia, e Sidney Moreira, de Bom Jesus.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

FALTOU ÁGUA? A CULPA É DA CELPA

É irônico, mas é verdade – em Marabá, a culpa pela falta d’água é da Celpa e não da Cosanpa. É o que sustenta Frederico Mendes, à frente da Companhia de Saneamento em Marabá desde 1º de dezembro.

A BANANA COMEU O MACACO

De acordo com Frederico, na maioria das vezes que falta água, o problema é ocasionado por falta de energia. Uma queda de 10 minutos, ainda segundo ele, pode deixar as torneiras sem o líquido precioso por até 4 horas.

BALAIO DE GATOS

Um fato estranho chamou a atenção do pôster esta semana. No DMTU, existe uma lista enorme afixada no mural, com nome de pessoas que o órgão não conseguiu fazer a notificação de multa, por desconhecimento do endereço. O curioso é que um desses nomes é o do jornalista Patrick Roberto, do jornal Correio do Tocantins. Quem pode explicar essa?

ACIDENTES DE TRÂNSITO

Por falar em DMTU, o órgão divulgou esta semana o relatório com as estatísticas de acidente de trânsito em 2008.

DADO FUNESTO

Como era de se esperar, aumentou o índice de acidentes e também a quantidade de casos de vítimas fatais, em relação a 2007.

NÚMEROS

De acordo com o relatório, houve ano passado 740 acidentes, contra 701 do ano anterior, e morreram no trânsito, em 2008, 94 pessoas, 6 a mais que o registrado em 2007.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

POLICIAIS PRESOS

Informação quentinha dá conta de que numa operação da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) a polícia acaba de prender mais de 15 policiais militares em Jacundá e outras cidades da região acusados de envolvimento com tráfico de drogas.

ABSURDOS DO SALÁRIO MÍNIMO

Todos os anos é a mesma coisa. Sempre que o governo anuncia o reajuste do salário mínimo me dá coceiras nos ouvidos. Isso mesmo, coceiras. Ou seria cócegas? Acho que as duas coisas: vontade de rir e de ficar irritado!

PIADA

Também não é pra menos. Pensar que num País em que tanto se fala em acabar com a fome seja possível admitir vida digna com um salário de míseros 465 reais, é de deixar qualquer um de estômago embrulhado.

MILAGRE

O pior é que o mínimo, no âmbito do princípio constitucional, deveria ser suficiente para atender as necessidades do trabalhador e sua família com relação à moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social.

MALABARISMO

No Brasil, pelo menos 13,9 milhões de brasileiros fazem malabarismo para sobreviver com essa mixaria. Isso, considerando apenas os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

DUZENTOS E DEZ PRA GASTAR

Se o assalariado utilizar o seu mínimo para comprar os itens da Cesta Básica Nacional, ou seja, 6 quilos de carne, 7,5 litros de leite, 4,5 quilos de feijão, 3 quilos de arroz (é isso mesmo), 1,5 quilos de farinha, 6 quilos de batata, 9 quilos de tomate, 600 gramas de café em pó, 90 bananas, 3 quilos de açúcar, 750 gramas de óleo e 750 gramas de manteiga, vai lhe sobrar cerca de R$ 210,00.

PILHÉRIA

É uma pilhéria achar que com essa ninharia que sobra depois dos gastos com a cesta básica seja possível investir nas demais necessidades do trabalhador e sua família com relação à moradia, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social.

TRÊS NOTAS DE 10

Com 210 reais, se o miserável cair no infortúnio de ficar doente, o dinheiro dá pra pagar a consulta e ainda lhe sobram 3 notas de 10, para ele gastar com moradia, educação, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social.

O QUE FAZER COM OS R$ 30

Esses R$ 30 não vão dar pra nada mesmo, então, se o indivíduo morar de aluguel, é aconselhável que dê o trocado como adiantamento ao locador. Ah, e o remédio? O fulano pagou R$ 180,00 na consulta e não vai comprar o remédio? Bom, o remédio nesse caso não vai dar pra comprar, então pra consulta não ficar perdida, vale fazer um chá da receita e tomar três vezes ao dia. Pode até não sarar, mas vai ajudar a encher a barriga.