Foto: Tuerê



Ocorreu um erro neste gadget

NOTAS SOBRE:


"A maior necessidade do mundo é a de homens; homens que não se comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus" - Ellen G. White.



quarta-feira, 29 de outubro de 2008

FRASE DO DIA

“Esta leizinha.” – Boris Casoi, indignado com as restrições da nova Lei Eleitoral, a qual censura certos comentários a candidatos em jornal.

SECRETÁRIOS DO MAURINO

Os nomes que comporão o secretariado do prefeito eleito Maurino Magalhães ainda estão na redoma. Tudo o que se sabe é que, conforme ele garantiu, alguns nomes serão escolhidos a partir de uma tríade formada por ele. Fora disso, é tudo especulação.

SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO

Mas importante observador garante que a Secretaria de Comunicação já tem um dono legítimo. Seria o jornalista Patrick Roberto, editor do jornal Correio do Tocantins e filho de Mascarenhas Carvalho.

FUNDAMENTO

Fomos checar a informação com pessoa ligada a Patrick e essa não se mostrou surpresa com a notícia, dizendo a que hipótese é plenamente possível.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

QUEM É VIVO APARECE

Depois de uma uma semana de silêncio, voltamos ao blog. A correria desses últimos dias não tem possibilitado atualizar a página em intervalos menos longos. Sinceras desculpas aos nossos leitores.

FRASE DO DIA

“Eu não comprei fazenda. Eu quero que alguém prove isso”, Maurino sobre a denúncia de que ele possui uma fazenda que não foi declarada ao TSE.

REFRESCANDO A MEMÓRIA

Asdrúbal votou a favor da reedição da CPMF ano passado. Sua campanha pífia pode ter sido uma prova de que o eleitor não tem memória tão curta assim.

MACABRO

Cabeça de um cadáver humano foi encontrada na Velha Marabá na manhã deste domingo de Círio. O corpo do infeliz foi encontrado nas imediações da ponte sobre o rio Tocantins. O assunto vai estar nos jornais desta terça (21/10).

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

ABSURDOS DO CÍRIO

Por falar em Círio, o que se vê escrito em certas faixas pelas ruas da cidade é de arrepiar os cabelos do nariz. Em frente ao prédio da Prefeitura Municipal, na nova Marabá, a súplica de uma dessas pérolas diz: “IMUNDA-NOS DE FÉ”. Cruz-credo!

terça-feira, 14 de outubro de 2008

FRASE DO DIA

“Eu não comprei fazenda. Eu quero que alguém prove isso”, Maurino sobre a denúncia de que ele possui uma fazenda que não foi declarada à Justiça Eleitoral.

DESATANDO O PUNHO DA REDE

Na onda da boataria, o mais novo rumor é de que o vereador Leodato Marques, depois de frustrada sua tentativa de reeleição, estaria arrumando as malas para deixar Marabá. O destino: a capital do Goiás. Marques não confirma a especulação.

SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO

Gente de ligação próxima a Maurino Magalhães garante que a secretária de Educação no seu governo será Marilza Leite, esposa do presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá (Acim) e executivo do Grupo Revemar, Gilberto Leite.

OUTROS COTADOS

Outros nomes com grande probabilidade de compor o novo secretariado, segundo bons observadores, seriam o psicólogo Paulo França, o vereador Regivaldo Carvalho, o Régis, e até o ex-prefeito Haroldo Bezerra.

CARGO TÉCNICO

O que se sabe com certeza, é que os secretários de Maurino serão todos técnicos da área. Pelo menos é o que ele têm garantido aos quatro ventos. Resta saber se vai mesmo ter pulso para cumprir a promessa.

COMUNICAÇÃO

Empresário do setor de áudio e vídeo, em Marabá, que apoiou Maurino nas eleições, já está elaborando proposta para apresentar ao novo gestor, com a finalidade de subsidiar a assessoria de comunicação da Prefeitura. O empresário confidenciou que vai sugerir a Maurino um bom nome para ocupar a pasta e espera ser correspondido.

AGENOR GARCIA

O atual assessor de Comunicação, Agenor Garcia, já está juntando seus cacarecos para entregar o cargo em 31 de dezembro. Alijado da administração municipal, pretende dedicar-se às funções de jornalista e mestre de cerimônia. Como jornalista, disse que já está analisando proposta de jornal de Belém.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

DE VOLTA

Depois de quatro dias ausentes, retornamos ao blog com pedidos de desculpas aos nossos leitores pelo silêncio.

FRASE DO DIA

“Acho que é a primeira vez que sou candidato” – Tibirica durante o debate da Seasp.

VOTOS DO TIBIRICA

Por falar em Tibirica, ele teve 1.157 votos e não mais de quatro mil, como divulgado no blog do Hiroshi.

CONSIDERAÇÕES

Curada a ressaca da campanha eleitoral, vimos de público nos manifestar sobre o rescaldo desses dias de euforia política.

DANDO A MÃO À PALMATÓRIA

Primeiro, admitir com humildade que erramos. Erramos quando duvidamos de que as pesquisas do Instituto Perspectiva estavam certas e chegamos a julgá-las sensacionalistas.Erramos quando prognosticamos que a diferença entre o prefeito eleito e o seu adversário mais próximo não seria maior que 10 pontos percentuais.
Erramos quando vaticinamos que Agemiro Gomes da Silva Filho seria eleito prefeito de Rio Maria.

ATO DE NOBREZA

Errar é humano. Reconhecer que errou é atitude magnânima.

TENHO QUE FALAR

No apagar das luzes do processo eleitoral, enquanto a poeira vai baixando, nota-se nitidamente que as coisas voltam ao seu lugar. Mas é nesse período que muitos aproveitam para lavar a alma, erguer a voz e jogar na cara dos outros expressões do tipo: “Bem feito! Eu não falei?”

BALELAS DE QUEM FALA PELOS COTOVELOS

Para ser mais claro, estou falando de pessoas que começam a tirar conclusões por conta do resultado nas urnas. Por exemplo, dizer que candidato A perdeu a eleição por isso e que o outro ganhou por aquilo. Tenho lido muitos comentários desse tipo nos jornais e nos blogs e num ponto tenho que me manifestar.

JOÃO SALAME

Não posso aceitar que saiam por aí atirando pedras no jornalista João Salame. Muito do que estão dizendo por aí sobre o João não passa de deslavada infâmia.
Eu o conheço há mais de 10 anos. O seu maior “defeito” é ter um coração maior do que o corpo. Quem bem o conhece sabe que estou falando a verdade.

domingo, 5 de outubro de 2008

PREFEITOS ELEITOS

Divulgamos em primeira mão o nome de alguns prefeitos eleitos, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral:

REDENÇÃO >>>> WAGNER FONTES

CUMARU DO NORTE >>> PÊTI

RIO MARIA >>> WALTINHO DO OURO

ITUPIRANGA >>> BENJAMIN TASCA

XINGUARA >>> DAVI PASSOS

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

MAURINO, OS NÚMEROS E A ARTE DE ENGALOBAR

Você sabe quando é que dois mais dois são cinco? Ora, bolas! É quando a conta está errada.
Todo mundo que conhece essa pegadinha, sabe que esta é a resposta que se dá para ela. Mas certamente o bom observador político diria sem titubear: é quando o Maurino faz a conta.
De fato, esses dias de campanha eleitoral serviram, entre outras coisas, para revelar que o candidato do PR tem uma séria dificuldade para lidar com os números.
Num único momento, durante o debate que houve no auditório da Universidade Federal do Pará, ele se atrapalhou com a matemática pelo menos três vezes.
Fazendo um prognóstico sobre o crescimento da população de Marabá até o final do mandato do próximo prefeito ele disse: “Nós vamos ter dentro de 4 anos mais de 6 [seis] mil habitantes”. É bom lembrar que, de acordo com o censo mais recente, a cidade já tem quase 200 mil habitantes.
Ao fazer o prognóstico, Maurino se baseou em informações, conforme ele mesmo disse na ocasião, de um crescimento à taxa de 20 a 30% ao ano. Suponhamos que ao falar 6 mil a intenção do vereador era dizer, na verdade, 600 mil. Fizemos a conta. Usamos a taxa maior, isto é, os 30%, e consideramos para o cálculo dados oficiais publicados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ou seja, uma população de 199 mil habitantes. Chegamos à seguinte conclusão: Se a cidade crescer 30% ao ano, descartando qualquer possibilidade de uma catástrofe, ainda assim, no final do quadriênio teremos uma população inferior a 580 mil habitantes. Não chegaríamos a 600 mil e, muito menos ainda, ultrapassaríamos esta cifra, como Maurino pode ter sugerido.
Mas o vereador-candidato não se atrapalha apenas quando faz as contas. A confusão acontece também na hora de contar nos dedos. Na UFPA, ao falar do tempo em que esteve à frente da prefeitura, ele disse “cinco meses”, enquanto levantava a mão com o polegar dobrado, ou seja, falou cinco mas mostrou quatro dedos. Para os que estavam na platéia ficou a dúvida: foram cinco meses ou foram quatro?
Para quem alimenta a pretensão de exercer um cargo em que terá inevitavelmente que lidar com números, as cincadas de Maurino soam como um contra-senso.
Mais as mancadas não param por aí. Durante o debate, ele disse que fez 18 quilômetros de asfalto, durante o período em que esteve à frente da prefeitura de Marabá. Só que na hora de somar, ele se perdeu mais uma vez.
E o leitor deve estar perguntando: afinal, foram 18 ou foram 50 quilômetros?
Dias antes, numa sessão da Câmara Municipal, o vereador-candidato se embananou de novo. Seis vereadores haviam se inscrito para usar a tribuna e foram falando, um a um. Maurino foi o quarto. Depois dele falou Elton Mamoré. Finalmente, a vereadora Vanda Américo se levantou para usar a tribuna, como a última inscrita, e foi cerceada pelo vereador do PR, que teimava em dizer que os seis já haviam falado. O caso rendeu o maior rebu na CMM e o vereador Miguelito teve que propor a Maurino uma aula sobre matemática.
Diante de tanta trapalhada, cabe fazer alguns questionamentos: Terá Maurino metido os pés pelas mãos quando contou as suas fazendas? O povo diz que são três, mas ele jura que só são duas.
Será que tantos equívocos assim são mesmo resultado de pouca instrução? Mas quando! Eu que não engulo essa. Como se diz por aí: “Maurino de besta não tem nada”. Sabe de tudo, mas dá uma de coitadinho pra ficar bem na foto. É aquele velho ditado: Tá se fazendo de morto pra engalobar o coveiro.

ATÉ A VITÓRIA!

Hoje, nos despedimos dos leitores do blog e desta campanha eleitoral. Voltamos dia 6 de outubro depois de havermos conferido o resultado destas eleições. Bom final de semana e boa votação a todos.
A bem da democracia, que vença o melhor!

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

AGORA É GUERRA!

A três dias do 5 de outubro, os candidatos que polarizam a disputa nestas eleições vão para o tudo ou nada. Cada voto vale ouro!

PESQUISAS

Os dois principais jornais impressos da cidade, estampam em suas manchetes na edição desta quinta-feira resultado de pesquisas totalmente antagônico. Um diz que João Salame está na frente, o outro diz que é Maurino.

ALVO x PERSPECTIVA

As pesquisas foram feitas por dois institutos de Belém, o Perspectiva e o Alvo Instituto, sendo que os serviços do primeiro foram contratados pelo próprio jornal que faz a divulgação.

RESULTADOS

Para o Perspectiva, Maurino teve 49,2% das intenções de voto contra 24,2% de Salame. Para o Alvo, Salame tem 40,6% da preferência do eleitorado contra 34,8% de Maurino.

ANÁLISE

Como atento observador do processo eleitoral, este poster avalia que os dados do Perspectiva estão mais para o sensacionalismo do que para a verossimilhança. Senão vejamos: O Perspectiva é aquele mesmo instituto que patrocinou a maior patota em termo de pesquisas nestas eleições. Em consulta encomendada para o município de Redenção, o burlão conseguiu a mirabolância de apresentar uma pesquisa em que a soma dos percentuais de cada candidato, mais indecisos, simplesmente totaliza 109%. O caso já está sendo objeto de ação na Justiça Eleitoral daquele município.

DISPARATE

Outro ponto que vale ressaltar, é que os dados do Perspectiva apresentam uma diferença entre o primeiro e o segundo colocado no mínimo espalhafatosa. Não se pode negar que as pesquisas estão certas quando colocam Maurino e Salame como os dois candidatos que polarizam a disputa nestas eleições. Mas até as pedras do Pirucaba sabem que a diferença entre eles será coisa de 10 pontos percentuais, no máximo. Querer meter na cabeça do eleitor que um tem mais que o dobro de votos do outro é puro sensacionalismo.

TIBIRICA

Finalmente, não entra na cabeça de humano algum com um pingo de racionalidade que alguém como Tibirica tenha apenas 0,7% da preferência do eleitorado. Trocando em miúdos, este percentual, num universo de aproximadamente 120 mil eleitores, redunda em menos de 900 votos. Neste caso, o candidato do PSOL teria menos votos que muitos dos vereadores que sequer serão eleitos.

FIM DA PICADA

Para concluir a análise, moradora da Velha Marabá que foi entrevistada pelo Perspectiva, diz que o entrevistador que a abordou quase que a obriga, na marra, a manipular sua intenção de voto, mudando de candidato na hora de opinar, simplesmente para satisfazer as pretensões de quem estava pagando para fazer a pesquisa. É o cúmulo do absurdo!

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

MAURINO DESAFIA JUSTIÇA

Maurino não tem jeito. Como a Justiça Eleitoral proibiu o seu programa de divulgar pesquisa, feita sabe-se lá como, a qual apontava o nome dele em primeiro lugar, o vereador-candidato sem o menor pudor tratou de divulgar uma outra, sem percentual algum, mas que, como aquela proibida, coloca ele, Maurino, como o melhor colocado nas intenções de voto. A dita foi divulgada na propaganda eleitoral da TV nesta quarta-feira (1). É um acinte à lei. Ora, se está claro que pesquisas sem registro e em desacordo com as exigências legais são proibidas, como pode o candidato sair divulgando a sua própria pesquisa, aquela que ele extraiu da sua própria imaginação? O Ministério Público Eleitoral tem que se pronunciar.

TIBIRICA EM SEGUNDO LUGAR

Tibirica é mesmo uma grande figura. Anda dizendo por aí que está em segundo lugar nas pesquisas eleitorais. E não é que acabou me convencendo! Pois bem: se todos os outros candidatos estão subindo no pedestal para dizer que estão em primeiro lugar, obviamente que o segundo lugar sobra pra ele, Tibirica. Alguém precisa de argumento mais convincente?

Arquivo do blog